A Indústria de Jornais Diários no Brasil e o Oligopólio de Comunicações

Camila Rodrigues

Resumo


O texto a seguir mostra, a partir de uma análise histórico-metodológica, como as transformações do capitalismo mundial do pós-Segunda Guerra influenciaram a indústria de jornais brasileiros. Naquele período, ao adquirirem as características de produção industrial, começaram a desaparecer ou perder a importância os pequenos jornais e empreendimentos de grupos menores. Isso porque a dinâmica capitalista anunciava lucros extraordinários, o que levou à centralização de capital, culminando na formação do oligopólio precoce do setor de comunicações.




REBELA - Revista Brasileira de Estudos Latino-Americanos
ISSN 2237-339X
Instituto de Estudos Latino-Americanos - IELA
Universidade Federal de Santa Catarina
Centro Socioeconômico - Primeiro andar - Bloco D 
Florianópolis SC
Telefone: + 55 48 37216483

e-mail:iela@contato.ufsc.br