Venezuela: O difícil caminho da busca de uma alternativa de superação do capitalismo e do socialismo burocrático

Carlos Schmidt

Resumo


A partir da realidade venezuelana, o texto traz uma discussão teórica geral sobre a efetiva possibilidade de outra sociedade, para além do capital, discutindo as possibilidades de outros comportamentos dos agentes, diferente do proposto pela economia standard. O governo venezuelano tem afirmado seu objetivo explícito de construir um processo de transição para o socialismo, com várias denominações, como por exemplo, a do século XXI, bolivariano, etc. No entanto, este processo evolui com inúmeras contradições, em grande parte devido a uma pesada herança do passado, caracterizada pela existência de uma renda petroleira que permitiu, por muito tempo, uma relação clientelista com os setores populares, ao mesmo tempo, que inibiu o crescimento industrial. Como consequência, a inexistência de organizações populares fortes e independentes do Estado. Apropiando os elementos da construção teórica para a realidade venezuelana, o objetivo do texto é distinguir as instituições que contribuem para o avanço das propostas socialistas e aquelas que a entravam.

 




REBELA - Revista Brasileira de Estudos Latino-Americanos
ISSN 2237-339X
Instituto de Estudos Latino-Americanos - IELA
Universidade Federal de Santa Catarina
Centro Socioeconômico - Primeiro andar - Bloco D 
Florianópolis SC
Telefone: + 55 48 37216483

e-mail:iela@contato.ufsc.br