Cartografia das resistências ao extrativismo na América Latina e no Caribe

Roger Lucas Correa Martins

Resumo


A resenha busca apresentar a recente pesquisa concluída pelo Grupo de Relações Internacionais e Sul Global (GRISUL) da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) sobre os impactos socioambientais do modelo de desenvolvimento extrativista que se coloca hegemonicamente na região latino americana. Com um total de nove mapas, a cartilha apresenta as diferentes clivagens que atravessam os conflitos gerados pelo modelo de desenvolvimento, chamando a atenção para suas consequências humanas e ambientais, assim como às diferentes alternativas levantadas pelos movimentos e comunidades que resistem ao avanço do extrativismo na região. A publicação está disponível gratuitamente em versão trilíngue (português, espanhol e inglês) no site do GRISUL:  http://www.grisulunirio.com/pacha/.


Texto completo:

PDF


REBELA - Revista Brasileira de Estudos Latino-Americanos
ISSN 2237-339X
Instituto de Estudos Latino-Americanos - IELA
Universidade Federal de Santa Catarina
Centro Socioeconômico - Primeiro andar - Bloco D 
Florianópolis SC
Telefone: + 55 48 37216483

e-mail:iela@contato.ufsc.br