Capital-imperialismo Subalterno e Dependente e Programa Democrático e Popular

Isabel Mansur Figueiredo

Resumo


A partir da hipótese de ingresso do Brasil, ainda que de maneira subalterna e dependente, no rol de potências monopolistas internacionais, debateremos, neste artigo, com teorias que se dedicaram a refletir sobre as transformações contemporâneas na configuração do capital. Ecoando sobre o debate programático, buscamos explicitar o impacto dessas mudanças no anacronismo das formulações da esquerda brasileira, salientando a necessidade premente de superação do Programa Democrático e Popular.  




REBELA - Revista Brasileira de Estudos Latino-Americanos
ISSN 2237-339X
Instituto de Estudos Latino-Americanos - IELA
Universidade Federal de Santa Catarina
Centro Socioeconômico - Primeiro andar - Bloco D 
Florianópolis SC
Telefone: + 55 48 37216483

e-mail:iela@contato.ufsc.br